Prefeitura no Bairro′ ouve cidadão e encaminha solução de problemas da comunidade .

O metalúrgico Wilson Aparecido Ferreira disse a seguinte frase nos minutos finais da 4ª edição do projeto ′Prefeitura no Bairro′, realizado na noite desta quinta, no salão paroquial da Igreja Nossa Senhora do Rosário, no Conjunto Requião: “a prefeitura agora tem comando”, referindo-se ao comportamento do prefeito Ulisses Maia na condução da reunião, que reuniu cerca de 400 pessoas. O projeto ′Prefeitura no Bairro′ é organizado pela Diretoria de Assuntos Comunitários.
“Não estamos aqui para fazer discurso. Estamos aqui para ouvir vocês. Vamos ouvir, anotar e encaminhar. Agora é o momento de vocês falarem, de cobrarem, de exigirem”, disse o prefeito na abertura da reunião, lembrando da presença do vice-prefeito, Edson Scabora, dos secretários municipais e diretores, além de vereadores.
O contato direto entre a gestão pública e o cidadão, objetivo prioritário do projeto ′Prefeitura no Bairro′, oportuniza manifestações como de Maria Simão, que cobrou poda de árvores, instalação de área de lazer no bairro e mais investimento em saúde, demandas prontamente encaminhadas por Ulisses Maia via secretários municipais presentes ao evento.
Sobre áreas de lazer, o prefeito anunciou a construção de campinhos com grama sintética, ATIs, parquinho infantil e área de convivência com mesas e bancos. Determinou a solução imediata de problemas pontuais na arborização e encarregou o secretário de Saúde e resolver questões da unidade de saúde no bairro, como demora para consultas e exames.
Saúde foi assunto recorrente na reunião. Os problemas mais comuns citados pelos moradores foram falta de médicos e demora no atendimento em áreas mais especializadas, como endrocrinologia, dermatologia, cardiologia e reumatologia. O secretário de Saúde Jair Biato anunciou contratação de mais médicos e mais rapidez no atendimento especializado.
O prefeito lembrou que a unidade de saúde do bairro está em reforma e que buscará alternativas para ampliar a estrutura, atendendo reivindicação dos moradores sobre a necessidade de mais espaço para o funcionamento de consultórios médicos. Dentista também voltará a atender a comunidade da região, conforme pedido dos moradores.
Problemas de segurança no bairro também foram citados por moradores, referindo especificamente ao consumo de drogas e pequenos furtos. Ulisses Maia disse que vai conversar com o comando da Polícia Militar para solicitar policiamento mais ostensivo na região e anunciou que a Guarda Municipal vai ser armada para tornar-se uma unidade de segurança mais ativa.
Falta de vaga nas creches também foi tema de reclamações, minimizadas com informação da secretária de Saúde, Valkiria Trindade, sobre ampliação da oferta de mais 200 matrículas até final do ano. Sobre o trânsito confuso nos viadutos, morador solicitou alguma medida para tornar local mais seguro. De imediato, será reforçada sinalização.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui