A pedido de Richa, Gilmar Mendes tranca processo da Rádio Patrulha

0
283

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu pedido do ex-governador Beto Richa e mandou suspender as audiências de instrução da ação penal referente à Operação Rádio Patrulha, que tramita na 13.ª Vara Criminal de Curitiba. As audiências estavam marcadas para os próximos dias 5, 6, 7 e 8, quando seriam ouvidos os delatores Antonio Celso Garcia, Nelson Leal Jr. e Maurício Fanini.

Beto Richa encabeça a lista de 13 réus da Rádio Patrulha – operação do Gaeco que desvendou um esquema de distribuição de propina pagas por empresas que locavam máquinas e equipamentos para o programa Patrulha Rural, lançado no início do primeiro mandato (2011-2014), e destinado à conservação de estradas rurais.

Os argumentos da defesa do ex-governador levados a Gilmar Mendes eram o de que não tinha tido acesso aos atos de colaboração premiada, “essencial ao exercício da ampla defesa e do contraditório”. A decisão do ministro é liminar, sem exame do mérito.

Confira a matéria completa no Contraponto, clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui