Aumento do aluguel e acesso ao financiamento imobiliário aquecem mercado do primeiro imóvel

0
143
Yoshii

Busca por apartamentos compactos cresce nos primeiros meses de 2021 e deve continuar crescendo, segundo Abecip

A pandemia da Covid-19 trouxe grandes incertezas e preocupações à economia mundial. No entanto, o mercado imobiliário brasileiro seguiu na contramão, apresentando crescimento considerável durante todo o ano de 2020 e que segue até o momento. Essa constatação se dá, principalmente, por três fatores: taxa básica de juros considerada baixa, maior acesso ao crédito e financiamento imobiliário, além do aumento progressivo nos últimos doze meses do IGP-M (Índice Geral de Preços), índice de inflação responsável por reajustar os contratos de aluguel. Essas questões aumentaram expressivamente a valorização por ativos reais, sobretudo imóveis. Isso significa que, investir em imóveis se tornou mais acessível e seguro, até mesmo para pessoas que estão nas faixas salariais menores.

Gilmar Ferreira conversa com Luciana Hoffmann, coordenadora de financiamentos PF do Grupo A. Yoshii. ouça

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui