Ester Corrêa: “não há nada melhor do que estar bem consigo mesmo”

0
2406
Ester Corrêa
Ester Corrêa

Falar de beleza é um assunto que atrai a atenção de todos. Há tempos, esse tema era restrito ao público feminino, por questões culturais e afins. Hoje em dia, isso mudou muito, graças às informações que temos ao nosso favor. É notável que tanto homens quanto mulheres buscam melhorar sua saúde como um todo, corpo, mente e alma. E claro, não podemos deixar de destacar a saúde do corpo e da pele, que de certa forma traz um certo entusiasmo, já que está relacionado com autoestima.

Quando pensamos em saúde, é comum associarmos a beleza também, uma boa forma, uma pele mais jovem com brilho e o viço da juventude. Estudos comprovam que uma mulher brasileira é a que mais recorre a esses recursos em busca de uma aparência saudável, e é compreensível, pois não há nada melhor do que se sentir da mesma forma com a balança, com a pele ou consigo.

Mas para que isso aconteça, a necessidade de algumas necessidades essenciais, algumas mudanças de hábitos, uma readequação alimentar e essencialmente querer mudar. O nosso corpo necessariamente precisa de vitaminas, sais minerais e atividade física para manter o bom funcionamento, além de garantir os efeitos da beleza aqui citados. Sendo assim, de nada adianta cuidar apenas do externo se por dentro ele grita por socorro.

A falta de algumas vitaminas e sais minerais diretamente ao viço da nossa pele, cabelo e unhas, que é o caso das vitaminas A, C, E como do complexo B, entre outras. Não esquecendo da tão hidratação fundamental: a água. No entanto, praticar alguns hábitos, parece ser bem difícil para alguns, que terminam optando por atalhos que nem sempre são eficazes – os famosos polivitamínicos. Há casos em que eles são recomendados sim, e não podemos ignorá-los, tendo em vista que os profissionais da área, os nutricionistas, são capacitados a nos direcionar quando o assunto é nutrição.

No entanto, não basta comprar pílulas mágicas para descartar a necessidade de uma alimentação equilibrada, pois nada se compara a riqueza da suplementação in natura bem próximo de nós, que são como frutas, legumes, verduras, grãos, etc. Porém na maioria das vezes queremos que um milagre aconteça – um corpo bonito, uma pele saudável cheia de vida, um cabelo sedoso e unhas fortes enquanto comemos fast food. Se é conosco, é? Sim, quem não gosta? Mas ele deve ser uma “exceção” no nosso cardápio.

De nada adianta querer combater a celulite, o envelhecimento cutâneo, a acne, queda de cabelo ou deficiência das unhas, obesidade, gordura localizada, flacidez, se não tratarmos a causa dos mesmos. Além do desequilíbrio nutricional, existem outros fatores que podem influenciar na saúde da pele, cabelo e corpo como um todo: ausência de atividade regular, excesso de exposição ao sol, uso excessivo e frequência física de bebidas alcoólicas, cigarro, ingestão frequente de embutidos e enlatados que possuem altos níveis de sódio e conservantes, entre outros. A nutrição adequada aliada a bons hábitos de vida trazendo os recursos físicos, isso não podemos negar.

É fundamental que paramos para analisar e refletir esse contexto – nossa alimentação, nossos hábitos de vida, e o que sentimos quando olhamos para eles, pois estar bem conosco, é nosso eixo, o ponto de partida para as demais áreas. Vale lembrar que cada pessoa é singular, possuem características únicas, e isso jamais deve se perder por influência alheia, sem nosso querer ou consentimento. Assim, estamos destacando a importância do cuidado com nosso corpo, nossa saúde, que está ligado diretamente com nossa autoestima e bem-estar mental.

Parece ser difícil conseguirmos equilibrar tantos detalhes da nossa alimentação e hábitos de vida, tendo em vista que nosso cotidiano possui multitarefas – e é. Somos humanos, falhos, e atarefados, entretanto não chegamos a lugar algum sem empenho e disciplina. Em suma, toda mudança requer foco, constância e uma orientação adequada. Nossa função como profissionais da saúde, é auxiliá-los para que isso seja feito de forma prazerosa.

Portanto, quando damos conta do resultado da nossa dedicação, gera um bem-estar inegociável! Aquela disciplina passa ser agradável, indispensável e digna de reconhecimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui