Intercâmbio da saúde: parcerias entre países para desenvolvimento da vacina contra covid-19 ampliam oportunidades de negócios

0
127
Intercâmbio da saúde
Intercâmbio da saúde

BRUKonnection reúne nesta quinta-feira, 29 de julho, convidados do Brasil e Reino Unido para debater os avanços da medicina em meio à pandemia

A corrida para a produção das vacinas contra a covid-19 proporcionou parcerias entre países ao redor do mundo – uma rede colaborativa que fez a diferença na agilidade com que os imunizantes se tornaram disponíveis para a população. Brasil e Reino Unido fizeram parte dessas ações. No ano passado, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) firmou um acordo com a biofarmacêutica AstraZeneca para produzir, no Brasil, a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford. Atualmente, milhões de doses estão sendo distribuídas para a população brasileira. A vacina está entre os imunizantes com maior percentual de aplicação no país e tem contribuído para a queda nos números de internações e mortes.

Para discutir esse intercâmbio e outras iniciativas de colaboração na área da saúde entre os dois países, especialistas do Brasil e Reino Unido se reúnem em uma live nesta quinta-feira, 29 de julho, às 17h. O evento on-line faz parte do projeto BRUKonnection, uma parceria da agência de reputação Central Press com a Embaixada Britânica no Brasil.

Nesta edição, os participantes são o médico brasileiro doutorando de Neurociências Clínicas da Universidade de Oxford, Ricardo Parolin Schnekenberg; a gerente de Desenvolvimento de Negócios do setor de Saúde e Ciências da Vida do Governo Britânico no Brasil, Juliana Caires; e a assessora de projetos estratégicos internacionais da Fundação Araucária, Eliane Segati Rios. O evento, mediado pela jornalista Carolina Gomes, é aberto pelo cônsul Honorário do Reino Unido no Paraná, Adam Patterson.

A série de eventos BRUKonnection acontece sempre na última quinta-feira do mês, reunindo convidados dos dois países para debater as relações comerciais, as oportunidades na “terra da Rainha” e como os brasileiros estão se destacando por lá. A participação é gratuita e as inscrições devem ser feitas pelo site live.centralpress.com.br.

Nos dois primeiros eventos, as discussões giraram em torno das oportunidades de negócios, trabalho e estudo no Reino Unido. Os conteúdos estão disponíveis em vídeo, no canal da Central Press no Youtube, e em formato podcast, no Spotify.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorOlimpíada Big Brother: todos serão vigiados no Japão
Próximo artigoComo a prática de autodefesa pode ser aliada da inclusão social
Desde 1998, a Central Press ajuda a construir, ampliar, zelar e valorizar a reputação de empresas de vários portes e setores, com atuação nacional e internacional. É uma agência de comunicação “full service” com sólida experiência, que está em constante evolução. Afinal, é formada por profissionais inquietos e pautados pela criatividade. Dispõe de uma equipe multidisciplinar, com amplo conhecimento de mercado (Business Knowledge) e relacionamento estreito com lideranças e formadores de opinião. É formada por jornalistas, relações públicas, publicitários e especialistas em reputação, marketing, branding e comunicação empresarial. Atualmente, tem operações em Curitiba, Campo Grande, Cuiabá, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, além de escritórios de agências parceiras em Londres, Nova Iorque, Boston e Doha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui