MPF pede o bloqueio de bens de Ricardo Barros

0
673
Ricardo Barros

O Ministério Público Federal voltou a pedir na Justiça o bloqueio de cerca de R$ 20 milhões em bens do deputado Ricardo Barros (PP), líder do governo Bolsonaro na Câmara, de quatro servidores e ex-servidores do Ministério da Saúde e da empresa Global Saúde. A informação é de Márcio Falcão e Fernanda Vivas, da TV Globo, no G1.

A procuradora da República no Distrito Federal, Carolina Martins de Oliveira, fez o pedido hoje dentro de uma ação de improbidade administrativa que apontou irregularidades na compra de remédios na gestão de Barros à frente do Ministério da Saúde durante o governo Michel Temer (2016 a 2018). As irregularidades, dizem os procuradores, envolvem a compra dos medicamentos para tratamento de doenças raras, com três pagamentos antecipados de quase R$ 20 milhões. Os remédios nunca foram entregues. A contratação envolve a empresa Global Saúde, sócia da Precisa Medicamentos, alvo da CPI da Pandemia por conta de irregularidades na compra da vacina Covaxin. Leia mais aqui

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui