Em sermão, arcebispo de Aparecida diz que “para ser pátria amada não pode ser pátria armada”

0
992
Dom Orlando Brandes
Dom Orlando Brandes

Dom Orlando Brandes, arcebispo de Aparecida (SP), afirmou nesta terça-feira (12), durante a missa das 9h, a principal do dia no santuário que “para ser pátria amada não pode ser pátria armada”.

“Para ser pátria amada seja uma pátria sem ódio. Para ser pátria amada, uma república sem mentira e sem fake news. Pátria amada sem corrupção. E pátria amada com fraternidade. Todos irmãos construindo a grande família brasileira”, disse o religioso durante o sermão realizado nesta terça, dia de Nossa Senhora Aparecida. Veja:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui