Dia do Servidor Público para comemorar ou lamentar?

Servidor Público
Servidor Público

Por: Requião Filho

Profissionais que colocaram suas vidas em risco durante a pandemia ainda sofrem com a desvalorização do poder público.

Médicos, enfermeiros, policiais, professores e outros tantos profissionais do serviço público brasileiro seguem lutando por seus direitos. A cada ano que passa, aos trancos e barrancos, vão se perdendo conquistas e a valorização de suas carreiras vai sendo jogada ladeira abaixo. Uma ideia privatista tomou conta do país nos últimos anos, onde tudo o que é pago é melhor. Onde tudo o que é mais caro, vale mais, tem outro peso, outra medida. Uma ideia abominável de que vender é sempre melhor do que manter para atender a população.

Assim o governo vem fazendo com nossas estatais, repassando o dinheiro dos lucros a pessoas que sequer moram no Paraná ou sabem que nosso Estado existe. Enquanto isso, nossos profissionais das mais diferentes áreas, que passaram em concursos para atender a população, para ajudar no desenvolvimento da comunidade, são deixados de lado. E nesse cenário onde só o serviço privado tem valor, nossos servidores vão sendo marginalizados, tendo seus salários reduzidos e jogados para escanteio.

Leia Também

Ordem dos Economistas do Brasil promove debate
sobre retomada econômica

Pagam caro para garantir alguma aposentadoria no futuro, mas quando chegam próximos disso, são vítimas de uma nova e cruel reforma previdenciária. Mesmo assim, batalham dia a dia para manter o seu filho bem atendido na escola enquanto você trabalha, e nem sempre têm um mínimo de reconhecimento.

Esse senso de coletividade, de ajudar o próximo, de reconhecer quem está cuidando de nós, é algo que aos poucos vem se perdendo. Mas sempre é tempo de resgatar os valores do que foi esquecido.

Que esse 28 de outubro seja uma data para lembrarmos que o policial que cuida da nossa segurança, sai todos os dias bem cedo da sua casa para assumir um papel fundamental no nosso ecossistema social.

Que o médico, o enfermeiro e o fisioterapeuta que cuidam da sua doença no hospital público não sejam esquecidos ou tratados como algo menor ou com desdém!

Que o educador que está lá na escola pública ajudando seu filho a ler e a escrever, foi alguém que se dedicou muito para chegar onde está e valoriza cada minuto ao lado de todas aquelas crianças, que serão futuros professores, médicos, enfermeiros, policiais, engenheiros e que farão a diferença no mundo.

Olhar com carinho para quem nos atende é mais do que gratidão, é respeito! Parabéns, servidores públicos, vocês são guerreiros de um time que, nem sempre, entra em campo munido de bons uniformes ou bons equipamentos para trabalhar. Mas que com o pouco que possuem fazem o seu melhor e transformam toda uma nação!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui