Maringá, Ulisses Maia, Requião e Servidores do Estado poderão colocar em risco a reeleição de Ratinho?

Ratinho Junior
Ratinho Junior

Aquele clima do já ganhou é considerado coisa do passado na campanha à reeleição de Ratinho Junior.

Com Roberto Requião se estruturando em todo o Paraná e o descontentamento de servidores do estado(150 mil na ativa e 133 mil aposentados sem contar familiares) o que parecia estar decidido no primeiro turno passa a ser questionado até no segundo. Sem contar que os anos de experiência de Requião como Governador e Senador e suas ações no mandato os deixa confortável com o eleitor e facilita o seu crescimento no horário eleitoral e nos debates.

Em várias cidades Ratinho é recebido por manifestações contrárias a política de salário do seu Governo.

E para complicar ainda mais a situação, nos últimos dias Requião disse publicamente que gostaria que Ulisses Maia fosse seu vice.

Considerando que Maringá é o terceiro maior colégio eleitoral do Paraná se realmente Ulisses aceitar o convite de Requião, ou sair candidato a Governador como outros partidos querem, Ratinho terá muitas dificuldades para voltar ao Governo do Paraná.

Em se tratando de eleição tudo pode acontecer. Foi menosprezando as condições financeiras e política de Bolsonaro que ele virou o jogo na eleição passada e se tornou Presidente.

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu mesmo, com certeza, como funcionário aposentado do Estado do Paraná não votarei no Rato, pois não.merece o voto do funcionalismo, familiares e amigos, prefiro Requião..

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui