Caminhos do Iguaçu: Foz entra para o mapa do MTur 2022

Contemplada ao lado de Curitiba, Morretes, Paranaguá e Caminhos do Lago Itaipu, a cidade de Foz do Iguaçu entrou no novo mapa do MTur (Ministério do Turismo), compondo juntamente com estas outras cidades paranaenses, o Corredor Turístico “Caminhos do Iguaçu” – no total, são 30 principais rotas turísticas delineadas pelo ministério.

A atualização foi apresentada pelo MTur no dia 28 de março e deve nortear ações voltadas ao desenvolvimento e a melhoria da mobilidade e da conectividade turística nos municípios com o foco no planejamento do transporte turístico de passageiros. Na região Sul, o mapa também dá destaque a quatro roteiros de 34 cidades do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

De acordo com o MTur, as ações pontuaram políticas de segurança nos deslocamentos de turistas, a melhoria do ambiente de negócios e os novos investimentos no setor. Jaime Mendes, sócio-proprietário do Del Rey Quality Hotel e vice-presidente do Visit Iguassu, acredita que a inclusão de Foz do Iguaçu no novo mapa de roteiros turísticos do Ministério do Turismo tem um impacto positivo para a cidade. Para ele, integrar o novo mapa significa ocupar um lugar de destaque na vitrine do setor.

“Foz do Iguaçu é um destino em constante ascensão e uma das principais cidades do país para os visitantes estrangeiros. Com a retomada do turismo e as fronteiras abertas, o número desses turistas tem aumentado a cada dia e acreditamos que, no segundo semestre, teremos um incremento muito forte no turismo internacional”.

Para Mendes, a medida pode impactar no aumento do turismo e no aquecimento do setor hoteleiro. “Neste momento, estar em destaque nos principais canais de divulgação do Ministério do Turismo é fundamental para o setor hoteleiro de nossa cidade. Inclusive, os hotéis de Foz do Iguaçu já estão vendo esta retomada do turismo nacional e internacional muito forte”.

O novo Mapa do Turismo Brasileiro é um instrumento que reúne municípios que adotam o turismo como estratégia de desenvolvimento. Ao todo, 2.542 cidades, de 322 regiões turísticas, foram incluídas na atualização deste ano.

Perspectivas são positivas

Na visão do sócio-proprietário do Del Rey Quality Hotel, os próprios brasileiros estão entre o perfil de turistas que deve ser mais atingido com a inclusão da cidade no mapa do Ministério do Turismo, na esteira de grandes campanhas de divulgação que estão em curso no país. 

“Ao lado do incremento do turismo interno, acreditamos que a participação de feiras internacionais e a maior exposição na mídia também irá contribuir para o fortalecimento do turismo internacional”, afirma Mendes.

O Parque Nacional do Iguaçu recebeu 23.106 visitantes nos três dias do feriado prolongado de Páscoa (de 15 a 17 de abril), de acordo com a assessoria do parque. A expectativa para a data era de receber 22 mil visitantes.

Segundo análise da Secretaria Municipal de Turismo e Projetos Estratégicos de Foz do Iguaçu, a tendência de busca por viagens para Foz e termos relacionados ao destino turístico ganharam destaque no Google Trends – ferramenta do Google que apresenta os termos mais buscados –  entre 2019 e 2021, mesmo durante a pandemia de Covid-19. 

Em 2019, antes da crise sanitária, o Parque Nacional do Iguaçu bateu recorde de visitação com 2.020.358 pessoas, segundo dados da organização. Com isso, o local ocupou a segunda posição em maior número de visitantes no país, atrás do Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ).

Para mais informações, basta acessar: https://www.hoteldelreyfoz.com.br/