Prefeito Ulisses Maia sanciona lei que regulamenta a instalação de tecnologia 5G em Maringá

A lei que regulamenta a instalação das antenas do sinal 5G em Maringá foi sancionada nesta segunda-feira, 27, pelo prefeito Ulisses Maia. Com isso, a cidade deve ser uma das primeiras do interior do Brasil a ter 5G, já que a rede de quinta geração começará a ser implantada primeiramente nas capitais.

É um passo importante para a consolidação de Maringá como uma Smart City. “Teremos uma cidade futurística, tecnológica, sustentável e inclusiva”, destacou Ulisses Maia, citando secretarias municipais que já têm ações digitais. “Uma cidade pronta para o futuro!”.
O secretário da Agência Maringá de Tecnologia e Inovação (Amtech), Edney Mossambani, reforçou que a tecnologia é importante para o desenvolvimento econômico e sustentável da cidade. 

Atletas apoiadas pela Prefeitura de Maringá representam o Brasil em campeonato de handebol na Eslovênia
A lei estabelece normas para empresas de telefonia interessadas em implantar infraestrutura de telecomunicações na cidade. Com isso, a Prefeitura de Maringá visa desburocratizar e agilizar a instalação das antenas e Estações Transmissoras de Radiocomunicação (ETR), o que possibilitará o sinal 5G em Maringá. A medida oferecerá internet mais rápida para a população e possibilitará que empresas e indústrias ofereçam mais e melhores serviços. 


APROVAÇÃO – O projeto de lei foi elaborado em conjunto com participação de Hércules Kotsifas (secretário de Governo), Estevão Palmieri (de Urbanismo e Habitação), Marcos Cordiolli (de Aceleração Econômica e Turismo – SAET), Domingos Trevizan (chefe de Gabinete), Douglas Galvão (procurador-geral) e Bruna Barroca (do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano – Ipplam). O texto foi aprovado por unanimidade na Câmara Municipal.
Participaram da solenidade na manhã desta segunda-feira, 27, o vice-prefeito Edson Scabora, os vereadores Alex Chaves, Flavio Mantovani, Sidnei Telles, Paulo Biazon, Onivaldo Barris, Belino Bravin, Manoel Sobrinho, Altamir dos Santos e Rafael Rosa, secretários municipais, representantes da UEM, da Casa Civil do Paraná, do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem), sindicatos, empresários de TI, entre outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui