Pedidos de empréstimo para empreender chegam a 39,20% no Paraná

Real,dinheiro, moeda

A Provu, fintech especializada em crédito pessoal e meio de pagamento, realizou um
levantamento com base nas solicitações de empréstimo feitas em junho deste ano e seus
principais motivadores. Segundo dados apurados, 39,20% dos pedidos dos paranaenses
foram para começar ou investir no próprio negócio. Quando comparado ao ano anterior,
quando a parcela de pedidos na categoria foi de 29%, esse número avançou 35%.
Mensalmente, a plataforma recebe um volume de cerca de 100 mil solicitações de todos os
estados do país.

“Estamos observando esse número cada vez mais crescente. Além da facilidade de fazer
um pedido de empréstimo de forma totalmente online, e acreditamos que a existência de
barreiras burocráticas para obter crédito para pequenos negócios, como falta de garantias e
tempo de CNPJ, são as principais razões que estão levando o empreendedor a buscar
financiamento como pessoa física”, destaca Bruno Borges, CMO da Provu.

Já os pedidos de crédito para pagamento de dívidas, que costumavam ser a maior
motivação das solicitações, vêm apresentando uma leve queda, atingindo 33,5% do total
frente a 38% registrado no mesmo período no ano passado. Também vêm diminuindo as
requisições de empréstimo para investir em casa, seja para fazer uma mudança, reforma ou
compra de novas mobílias: 9,30% dos pedidos tiveram essa finalidade, enquanto, em junho
de 2021, esse número ficou em 13%, o que reforça a tese de que na pandemia os
paranaenses ficaram mais tempo em suas casas e investiram em melhorias com o lar.

Solicitações para compras em geral também vêm apresentando número decrescente, com
7,20% dos pedidos feitos em junho, frente a 12% nesse mesmo período no ano anterior.
A Provu começou a operar no Brasil em 2015, e de lá para cá mais de R$ 750 milhões já
foram emprestados, alavancando a vida de mais de 90 mil clientes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui