As Cidades mais Ricas do Mundo em 2024

LONDRES, May 07, 2024 (GLOBE NEWSWIRE) — Em termos de quantidade de milionários residentes com patrimônio líquido investível de US$ 1 milhão ou mais, os EUA lideram o grupo, com 11 cidades no Top 50, incluindo Nova York, que se mantém firmemente em 1º lugar no Relatório das Cidades Mais Ricas do Mundo de 2024, publicado anualmente pelos especialistas em migração de riqueza internacional Henley & Partners. A riqueza total acumulada pelos residentes da Big Apple agora ultrapassa US$ 3 trilhões — maior do que a riqueza total acumulada na maioria dos principais países do G20 — e 349.500 milionários, 744 centimilionários e 60 bilionários vivem na cidade.

Em 2º lugar está a Bay Area, no norte da Califórnia (que engloba a cidade de São Francisco e o Vale do Silício), que aumentou sua população milionária em 82% na última década e agora abriga 305.700 mil milionários, 675 centimilionários e 68 bilionários.

Tóquio, que liderava o grupo há uma década, sofreu um declínio de 5% em sua população residente HNWI, e agora está em 3º lugar, com apenas 298.300 milionários. Cingapura sobe duas posições para o 4º lugar no ranking global após um impressionante aumento de 64% de milionários nos últimos dez anos — aproximadamente 3.400 HNWIs se mudaram para lá apenas em 2023 e a cidade-estado agora possui 244.800 milionários residentes, 336 centimilionários e 30 bilionários.

O declínio de Londres

Londres, a cidade mais rica do mundo há muitos anos, continua a cair no ranking, e agora está em 5º lugar, com apenas 227.000 milionários, 370 centimilionários e 35 bilionários — uma queda de 10% na última década. Por outro lado, Los Angeles, lar de 212.100 milionários, 496 centimilionários e 43 bilionários, saltou duas posições no período de 10 anos para o 6º lugar, desfrutando de um notável crescimento de 45% em sua população rica. Paris, a cidade mais rica da Europa continental, mantém seu 7º lugar com 165.000 milionários residentes, enquanto Sydney sobe para a 8ª posição com 147.000 HNWIs após um crescimento excepcionalmente forte da riqueza nos últimos 20 anos.

Dr. Juerg Steffen, CEO da Henley & Partners, diz que um fator fundamental que impulsionou o crescimento nas cidades mais ricas do mundo foi o forte desempenho dos mercados financeiros. “O ganho de 24% da S&P 500 no ano passado, juntamente com a alta de 43% da Nasdaq e o impressionante rali de 155% do Bitcoin, impulsionou a fortuna de investidores ricos. Além disso, os rápidos avanços em inteligência artificial, robótica e tecnologia blockchain proporcionaram novas oportunidades para criação e acumulação de riqueza. No entanto, mesmo que surjam novas oportunidades, velhos riscos persistem. A guerra na Ucrânia, que fez a população milionária de Moscou despencar 24%, para 30.300, é um lembrete gritante da fragilidade da riqueza em um mundo incerto e instável.”

O boom milionário da China

A China estabeleceu uma presença notável no último ranking das 50 Cidades Mais Ricas com 5 cidades da China continental fazendo parte da lista, e 7 cidades ao contar Hong Kong (com 143.400 milionários) e Taipei (30.200). Pequim (125.600 milionários) entra no Top 10 pela primeira vez após um crescimento de 90% em sua população milionária na última década e, embora Hong Kong tenha caído quatro posições, para o 9º lugar, Xangai (123.400), Shenzhen (50.300), Guangzhou (24.500) e Hangzhou (31.600) registraram aumentos significativos em suas populações milionárias.

Andrew Amoils, Chefe de pesquisa da New World Wealth, diz que Shenzhen é a cidade que mais cresce no mundo para os ricos, com sua população milionária explodindo 140% nos últimos dez anos. “Hangzhou também experimentou um enorme aumento de 125% e os milionários de Guangzhou cresceram 110% na última década. No que diz respeito ao potencial de crescimento da riqueza na próxima década, as cidades a observar incluem Bengaluru (Índia), Scottsdale (EUA) e Ho Chi Minh City (Vietnã). Todas as três desfrutaram de taxas de crescimento excepcionais de mais de 100% em suas populações milionárias residentes nos últimos dez anos.”

Voltando ao Oriente Médio, Dubai facilmente assume a coroa como a cidade mais rica da região, com um crescimento impressionante de 78% em sua população milionária nos últimos 10 anos. Atualmente classificada como a 21ª-cidade mais rica do mundo, a magnata milionária tem grandes chances de entrar no Top 20 em breve e, embora a capital dos Emirados Árabes Unidos, Abu Dhabi, rica em petróleo, ainda não tenha conquistado um lugar no Top 50, taxas de crescimento de mais de 75% a tornam uma provável candidata no futuro.

Embora nenhuma cidade africana ou sul-americana entre no Top 50, o relatório identifica várias estrelas em ascensão, incluindo Nairóbi (4.400 milionários) e Cidade do Cabo (7.400), que tiveram um aumento de HNWIs residentes de 25% e 20%, respectivamente, na última década.

Cidades mais caras do mundo

Mônaco, indiscutivelmente o principal porto seguro do mundo para os super-ricos, onde a riqueza média ultrapassa US$ 20 milhões, também é a cidade mais bem classificada em uma base de riqueza per capita. Mais de 40% de seus moradores são milionários – a maior proporção de qualquer cidade do mundo. Também está no topo da lista das Cidades mais Caras do Mundo, com preços de apartamentos regularmente superiores a USD 35.000 por m2.

A cidade de Nova Iorque ocupa o 2º lugar, com o preço médio de imóveis de primeira linha sendo US$ 28.400 por m2 seguida por Londres (US$ 26.500 por m2, Hong Kong (US$ 25.800 por m2), Saint-Jean-Cap-Ferrat na França (US$ 25.000 por m2) e Sydney (US$ 22.700 por m2).

Leia o comunicado na íntegra

Sarah Nicklin

Chefe de Relações Públicas

sarah.nicklin@henleyglobal.com

Celular: +27 72 464 8965  



GLOBENEWSWIRE (Distribution ID 1000948899)

DINO

Maringá 77 anos

Isso vai fechar em 20 segundos