Seminário reúne especialistas para debater sanidade agropecuária e greening

Seminário reúne especialistas para debater sanidade agropecuária e greening

Autoridade e profissionais ligados ao agro se reuniram nesta quarta (15) para discutir “Sanidade Agropecuária e ações de combate ao greening e perspectiva para a citricultura no Paraná”. O evento integra a programação da 50ª Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá.

O secretário da Agricultura do Abastecimento do Paraná, Natalino Avance de Souza, que está desde ontem visitando a feira, participou do seminário e enfatizou a importância do tema para a citricultura nacional. “No Paraná é imensa a área a proteger, o Estado decretou emergência fitossanitária desde o final de dezembro para combater o greening que não poupa nenhuma planta de espécie cítrica, e que todos os esforços estão sendo envidados, inclusive formulando um pacto integrando ações governamentais e do setor produtivo”. De acordo com o secretário, o Paraná conta com 20.700 hectares de laranjais, 7 mil de tangerinas e 1.500 hectares de lima ácida Tahiti.

Para a presidente da Sociedade Rural de Maringá, Maria Iraclézia, os esforços e eventos como este são necessários e apoiados irrestritamente pela SRM. “Tomar um suco para muitos é só mais uma bebida, mas para quem está envolvido no processo de produção, não é tão simples assim. Então que o governo do Estado continue investindo em bons técnicos, em pessoas que se comprometem a fazer o seu melhor, que os produtores rurais sejam assistidos, o que é extremamente importante, precisamos deste apoio”, finaliza Iraclézia.

Assista: www.tvdiariomaringa.com.br

Redação O Diário de Maringá

Notícias de Maringá e região em primeira mão com responsabilidade e ética

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Maringá 77 anos

Isso vai fechar em 20 segundos