0
397

Uma sequência de acidentes aconteceu na madrugada de domingo (10) após uma confusão entre seguranças de uma festa eletrônica e dois jovens, e provocou a morte de um motociclista.
Rafael Santiago Takuno
, 22 anos, motorista de um VW Gol se envolveu em uma confusão com seguranças em um evento que aconteceu no Hotel Internacional em Maringá.
Durante a briga que aconteceu fora do hotel, seguranças efetuaram tiros que acertaram o Gol de Rafael. Os estilhaços de vidro do carro atingiram a cabeça de Diego de Oliveira Esglo, 22 anos, que estava como passageiro. Rafael conseguiu sair da frente do hotel onde acontecia a festa e levou o amigo ao Hospital Universitário, no caminho se envolveu em um acidente na avenida Colombo esquina com a rua Sant’Ana, Zona 6. 
O motociclista Geraldo Antônio Pagliotto, 47 anos, que estava parado no semáforo foi atropelado violentamente pelo Gol de Rafael. Com a força do impacto, o motociclista foi arremessado há alguns metros de distância, sendo necessário ser socorrido com urgência.
Porém, infelizmente Geraldo Antonio entrou em óbito minutos depois dentro da ambulância do Siate. A Polícia Rodoviária Federal confirmou que Rafael antes de bater na motocicleta ainda atingiu outros dois carros que estavam na avenida. Após ser feito o teste do etilômetro no motorista, o exame apresentou o resultado de 0,69mg/l . O proprietário do Gol foi encaminhado a sede da Polícia Civil de Maringá por dirigir embriagado. Ele prestou depoimento na presença de seu advogado, mas ficou preso por homicídio com dolo eventual. O delegado de plantão, Diego Almeida, disse que toda equipe de seguranças que cuidava da festa será ouvida nas próximas horas. 
A vítima, Geraldo Antonio, era soldador, morava com a família no Jardim Independência em Sarandi. (inf André Almenara/foto Maicon Rodrigo/André Almenara)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui