Como harmonizar pratos e drinques no menu do casamento

0
403

No dia do casamento, algo que indiscutivelmente os convidados vão reparar é nos sabores que estarão à mesa (e nos copos!). De finger food a empratados, não importa o seu estilo de serviço, comida e bebida precisam “conversar”. “Esse é um tema que nós fazemos questão de frisar quando atendemos os noivos para montar o cardápio ou fazer uma degustação, afinal, a qualidade da gastronomia que o buffet vai preparar precisa andar junto com a lista de bebidas que serão servidas durante a festa”, diz Raquel Cordiolli, do Limani Buffet, de Maringá (PR). Na missão de agradar o paladar dos presentes, alguns parceiros dão um toque especial: é o caso dos bares de drinques, cada vez mais solicitados para festas de casamento – e que oferecem cada vez mais opções de combinações. 

O Hot Show Bar nasceu em Maringá há 10 anos e, de lá para cá, viu o número de eventos que atende subir de 5 ao ano para 165 no ano passado – e o número deve ser ainda maior em 2019. No cardápio 82 opções deliciosas de drinques para recepcionar os convidados entre clássicos, releituras e criações próprias. Além disso, oferecem sabores personalizados para combinar com o cardápio do casamento e a personalidade dos noivos. “Nós personalizamos o máximo possível o atendimento, o tipo de estrutura, de cardápio, quantidade de barman e drinques. Apresentamos várias opções e eles selecionam o que eles querem que seja servido no evento deles. Caso queiram algum drinque que não tem na nossa carta, fazemos um estudo em cima do drinque e adicionamos ao nosso acervo. A proposta da harmonização com os pratos do buffet está ganhando mais força em Maringá agora, mas está tendo uma boa aceitação”, diz Carlos Barreto, dono da empresa.

A época do ano escolhida pelos noivos para a celebração também pode influenciar na escolha das bebidas. A tendência é de opções mais leves e refrescantes no verão e sabores mais fortes e marcantes como o uísque no inverno. Para que tudo saia conforme o planejado, o trabalho é em equipe. “O buffet geralmente já dá a sugestão de boas combinações entre pratos e bebidas quando monta o menu, e existem combinações interessantíssimas quem fazem sucesso em casamentos de todos os estilos”, diz Raquel, que também é assessora de casamentos.

Poder contar com um cardápio harmonizando bebidas com seus pratos é um prazer para qualquer chef, afinal, isso potencializa a experiência gastronômica. E a harmonização pode vir tanto do contraste dos sabores quanto da semelhança. “Apostar em gostos similares é mais comum, porque minimiza o risco de um sabor sobressair ao outro, mas podem surgir surpresas deliciosas das diferenças”, diz o chef Rosbergue Formigoni. Com mais de 20 anos de cozinha, ele é mestre em criar menus personalizados para agradar a todos os tipos de noivos, dos mais modernos aos mais tradicionais, e dá algumas dicas para harmonizar o cardápio escolhido com as bebidas:

  • “O primeiro passo é pensar no estilo do casamento. Se você decidiu que seu cardápio terá uma ilha de comida japonesa, por exemplo, o ideal é servir drinques com saquê. Um cardápio que tenha itens de boteco conversa muito bem com uma estação de caipirinha, além do chopp e da cerveja pilsen.”
  • “Em festas mais descoladas, sem muita formalidade, é muito legal ter um bar de drinques e todo tipo de bebida combina – vinho branco, tinto, espumante, whisky, vodka… e tem o gim, que veio com tudo, e tem drinques específicos com essa bebida. 
  •  “ O espumante é uma bebida curinga e, para nós, fundamental no casamento porque é a bebida universal, que vai do café da manhã ao jantar e traz o clima de celebração”   

ESCOLHENDO O VINHO

Apesar de um clássico na escolha dos noivos, é preciso ter cuidado com as escolhas para que o sabor do prato não se oponha ao do vinho. “Se você quer servir bacalhau, o vinho verde vai muito bem, outros tipos de peixe combinam melhor com vinho branco. As carnes mais robustas, como mignon e porco cairiam bem com vinho tinto. Já o carneiro casa perfeitamente com um malbec ou um merlot”, sugere o chef. 

BEBIDA SEM ÁLCOOL 

A harmonização não é só para bebidas com álcool. Dá para oferecer combinações perfeitas entre seus pratos e bebidas não alcoólicas. “Sucos refrescantes como a combinação de abacaxi, hortelã e limão ou um drinque não alcoólico que mescle suco de uva com algumas especiarias vão super bem com carnes grelhadas; tem também as sodas italianas e águas saborizadas… As opções são infinitas”, diz Formigoni. 

U.Content Criação de ConteúdoAssessoria de imprensa do Limani Buffet

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui